quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Se eu pudesse dar um único conselho a você, seria: não seja escoteiro!

"Se eu pudesse dar um único conselho a você, seria: não seja escoteiro.

Escotismo é um ato de loucura.

Se você começar, vai perceber que: seu corpo vai acostumar acordar cedo, suas pernas vão cansar de tantas atividades, seus pulmões irão sentir a gana por oxigênio, as atividades ao ar livre te levam a loucura, seus pés serão maltratados e as unhas irão cair.

Não seja escoteiro.

Se você começar nessa aventura, vai perder as baladas de sábado com os amigos. Vai sair de casa no frio, sua pele vai arrepiar e, ainda assim, não terá vontade de voltar para a cama.

Não seja escoteiro.

Não seja como esses doidos que são leais até com estranhos, que trabalham em equipe, que dividem o lanche, a água, até o chocolate...

Não seja mais uma pessoa que sai por aí em busca de lenços para troca, aprendendo novas línguas para poder se comunicar com grupos em toda parte do mundo...

Não seja um louco gritando “SEMPRE ALERTA!” quando passa por um irmão de lenço.

Quem, em sã consciência, trocaria o ar-condicionado do quarto por um dia ao ar livre, com vento no rosto, faça sol ou faça chuva.

Não seja escoteiro.

Escotismo é um vício perigoso.

Você vai falar uma linguagem estranha, seu vocabulário será inundado de palavras como patrulha, progressão, torneios, lenços, acampamento, fraternidade.

Seus amigos e familiares não entenderão quando você falar sobre comida mateira, fraternidade, valores, princípios, educação permanente, Permanente? Sim! UMA VEZ ESCOTEIRO, SEMPRE ESCOTEIRO, e ficarão apavorados quando você disser que tem um acampamento de 5 dias.

Quando você menos perceber, seu roupeiro terá mais lenços e camisetas do que roupas de “pessoas comuns”.

As paredes da sua casa não terão mais quadros com lindas paisagens; estes darão lugar a quadro com distintivos e certificados.

Escoteiros são pessoas estranhas, que comem sem medo, rolam na lama, correm desesperados para chegar na base e cumprir uma tarefa. E mesmo que não ganhem o primeiro lugar, comemoram! Escoteiros são loucos, confie em mim.

Não seja escoteiro.

Escotismo vai te trazer a sensação de que você é capaz de ir sempre mais além, vai fazer você conhecer pessoas loucas que começaram como lobinho e se tornaram chefes e que mesmo que tenham, 40, 50, 70 anos, não tem vergonha de por a vestimenta, o lenço, o cinto brilhando... E, veja só: eles ajudam estranhos, incentivam pessoas que nunca viram antes a serem escoteiros. Até os pais mais ocupados, irão participar.

Estes viciados não deixam os outros largarem do vício.

Escoteiros colecionam lenços, possuem uma mente saudável, fazem amigos de infância a cada atividade que participa.

Escoteiros são pessoas felizes, e isso (aaah…), isso é um grande perigo para a sociedade.

Então, acredite em mim: não seja escoteiro.

Não corra o risco de se tornar um viciado incurável ou uma pessoa que possui a felicidade genuína.

Não corra o risco de se tornar alguém melhor a cada dia."

SANDRA GOUVEIA

(Sandra Gouveia é mãe de escoteiro do 52º RJ Grupo Escoteiro do Ar Fabiano de Cristo, que fica na Rua Conego Tobias, 112 - Méier - Rio de Janeiro - RJ)

Nenhum comentário:

Postar um comentário